1. Central de Ajuda
  2. Boas Práticas e Cases de Sucesso

Como tirar boas fotos de comida? Veja nossas dicas rápidas!

A tendência na fotografia gastronômica é mostrar o alimento na foto de forma mais natural possível. Então confira as dicas!

Nós comemos com os olhos, antes de degustar.

Atualmente, a tendência na fotografia gastronômica é mostrar o alimento na foto de forma mais natural possível. Sendo assim, o consumidor final sabe o que esperar quando for receber o alimento e também entende a proposta da marca.

Portanto, é muito importante saber o que você quer passar: algo mais elegante? Despojado? Produto em um cenário? Em um fundo neutro? Somente o produto? Com pessoas?

Não se acanhe de tirar um bom tempo antes do primeiro clique para montar o prato. Procure inspiração, faça testes e posicione tudo corretamente antes de pegar a câmera.

Não esqueça também de limpar a lente da câmera, ainda mais se for utilizar o celular para fotografar.  

Pronto para as dicas?

Iluminação 

A luz é muito importante para a fotografia gastronômica, pois é responsável por mostrar a textura da comida e deixá-la mais apetitosa e real. Sendo assim, é importante utilizar essas dicas:

  • Utilize a luz natural; 
  • Evite luzes fortes ou flash

O flash cria sombras fortes e brilhos intensos, podendo modificar as cores naturais da comida e deixar a foto estranha - mesmo que o prato seja muito delicioso e esteja bem montado;

  • Evite luzes azuladas e brancas para não deixar sua comida com aspecto artificial;
  • Iluminação de frente tende a deixar o alimento sem sombras e, portanto, sem texturas. Sendo assim não é indicado utilizar esse tipo de luz; por sua vez,
  • Iluminação lateral ou quase atrás do prato são muito indicadas, pois trazem naturalidade ao alimento através das texturas.

Montagem

A montagem está muito relacionado ao mood que você quer passar, é a forma que você quer que o seu produto se comunique com o seu consumidor final. Sendo assim é muito importante que você pense em qual mensagem você quer transmitir com a foto, antes de pensar nos acessórios e cenários a serem utilizados.

Por exemplo, se o seu estabelecimento é mais informal e descontraído, não tem sentido fazer as fotografias em cenários muito clássicos. Da mesma forma que se você abrir somente no período noturno, não é legal fazer fotos à luz do dia - pois isso não irá conversar com a realidade do estabelecimento e pode acabar confundindo o cliente quanto ao posicionamento da marca.

Pode ser interessante utilizar alguns adereços para fazer a montagem da fotografia, como: 

  • utilizar toalhas que combinam com o prato; 
  • posicionar produtos em cima de uma tábua de corte de madeira; prato em cima de um jogo americano; 
  • flores ou temperos; 
  • ingredientes utilizados ou molhos que podem acompanhar o prato… 
  • montagens mais complexas, contudo, pedem cenários mais clean ou com fundo neutro.

A dica universal é: seja criativo, teste, mas não esqueça que o seu produto precisa ser o destaque da foto

Composição - Enquadramento Fotográfico

Fotografar de frente? Por cima? De lado? De baixo? Desfocar o fundo? 

Afinal, qual técnica utilizar? São muitas opções, mas não existe uma técnica ideal para fotografar alimentos e, sim, realizar testes e ver o que faz mais sentido para o alimento que está sendo fotografado. 

Mas calma, que temos algumas dicas para você testar:

  • Fotografia de cima, ângulo superior: saladas, frios, alimentos servidos em pratos ou bowl. Esse ângulo valoriza a composição e inclui todos os detalhes da comida;
  • Fotografia de lado, ângulo lateral: bebidas servidas em taças, alimentos altos ou com camadas (bolos, hambúrgueres, sanduíches) - enfatizando as características, contornos e texturas.

Obs: Tente encontrar uma nova forma de ver o que está sendo fotografado ou mesmo um detalhe que mereça atenção.

Cores do Alimento

Conforme falado anteriormente, iluminação azulada e branca deixam os alimentos com aspecto artificial e isso se repete para as cores dos alimentos. 

Por sua vez, fotos de comida ficam melhores com tons mais quentes - como tons amarelos, alaranjados e vermelhos -, pois estimulam os sentidos. Além disso, as variações de verde trazem um ar orgânico e de frescor, podendo funcionar bem conforme proposta da sua marca.

Dicas adicionais!

  • Utilize o celular na horizontal para fotografar.
  • Não utilize zoom, principalmente se estiver utilizando o celular! Esse artifício diminui a qualidade das fotos e pode aumentar a chance da foto não ficar muito focada e “tremida”
  • Não demore muito para fotografar. As comidas são perecíveis, portanto quanto mais você demora mais muda de textura e cor - saladas murcham, sorvete derrete, frutas escurecem, sorvetes derretem...
  • A foto perfeita nunca sai na primeira tentativa. Tire quantas fotos forem necessárias! Importante tirar várias no mesmo ângulo, já imaginou se logo aquela foto que você gostou, bem naquele ângulo, ficou tremida? Então é melhor prevenir, para garantir que você tenha pelo menos uma perfeita bem do jeitinho que você quer.
  • Utilize elementos estéticos. Está achando um pouco sem graça a foto? Sem cor? Para pratos salgados utilize temperos, pimentas, salsinha, cebolinha, queijo ralado… Se for um prato doce pode usar frutinhas, raspas de limão ou chocolate, caldas… Use a criatividade, mas sem esquecer que o foco é o seu prato! 
  • Os pratos e adereços que servem de base para a comida devem estar 100% limpos, sem nenhum respingo e brilhando.