5 dicas para criar um e-mail marketing de sucesso!

Separamos as melhores dicas para você fazer um e-mail marketing de sucesso no Companion e fidelizar ainda mais os seus clientes.

É muito comum nossos consultores escutarem frases como “ninguém lê e-mail”, “e-mail não funciona” ou “ninguém abre” em reuniões com os clientes, mas esse é um grande engano e vamos te explicar porquê:

O e-mail é uma ferramenta da internet que surgiu há muito tempo e ele é a base para tudo nos dias de hoje: resgatar uma senha perdida, fazer um cadastro, receber um código para validação de algo... é tudo por ali. Segundo uma pesquisa da Radicati, em 2020 o número de e-mails enviados por dia foi de 306 bilhões e esse número deve chegar a 361 bi até o final de 2024, o que nos prova que a ferramenta não está nem um pouco ultrapassada!

Porém, o que precisamos fazer é saber criar um e-mail que  seja atrativo o suficiente para o seu cliente querer ler, e inteligente o suficiente para não cair no spam. Para isso, separamos algumas dicas chaves que vão te ajudar na hora de criar. Bora lá?

Antes de tudo, queremos te falar que no Companion nós temos uma funcionalidade ideal para fazer os disparos de e-mail marketing. Então se você ainda não sabe como criar um e-mail por lá ou nunca utilizou o comunicador, é só clicar aqui. Agora, se você já sabe como fazer um comunicado via e-mail, se liga nas dicas abaixo:

 

1. Tenha uma base de clientes sempre atualizada

 

O grande diferencial do envio de e-mails pelo Companion é que você está mandando a mensagem diretamente para o seu cliente. Ou seja, quem recebe são as pessoas do seu programa de fidelidade, que já consumiram no seu restaurante e gostam da sua marca. Assim, os seus e-mails têm muito mais chances de darem retorno ou de fazerem os clientes voltarem à sua loja.

 

Porém, para que isso aconteça, é extremamente importante que você tenha uma base de clientes com quantidade e qualidade. A quantidade porque quanto maior o volume de pessoas recebendo o seu e-mail, maior é a quantidade de pessoas que retornarão ao seu restaurante. 

 

A qualidade, porque você precisa manter uma base de clientes atualizada. De nada adianta você ter uma base com 5.000 e-mails cadastrados se esses cadastros foram feitos há 3 anos e esse cliente nunca mais consumiu com você, certo? A chance de trazer essa pessoa de volta é muito pequena e nós não podemos arriscar, temos que garantir o máximo de retorno. Então, sempre pontue os seus clientes e incentive o cadastro através de uma oferta cadastrou, ganhou



2. Planeje as suas ações

 

Melhor do que sair por aí disparando vários e-mails ou um a cada 3 meses, é planejar as suas ações e mandá-las com certa recorrência para os seus clientes, principalmente nos momentos certos!

 

Aquela ideia de que quanto mais e-mails você enviar, mais retorno vai ter muitas vezes é equivocada. Às vezes vale mais você caprichar no conteúdo e criar relevância nos seus contatos, do que redundância; afinal enviar muitos e-mails pode fazer com que seus clientes cancelem a inscrição na sua lista de e-mails.

 

Dessa forma, enviar um e-mail a cada 15 dias pode ser mais do que suficiente! É claro que cada caso é um caso e cada e-mail tem um objetivo específico. Então é sempre bom testar e conhecer os seus clientes para saber qual estratégia funciona melhor com eles.

 

Para manter essa recorrência, é importante que você planeje as suas ações com antecedência para não deixar passar nenhuma data. Uma dica legal é você fazer um calendário com os conteúdos e datas que você vai enviar, e para te ajudar a montar que tal ficar atento às datas comemorativas como o aniversário do seu restaurante, dia das mães, natal e etc?

 

No Companion, temos a opção de agendar o envio dos e-mails, assim você pode separar um dia e já montar todas as ações de e-mail marketing do mês!

 

Aqui na Zygo nós planejamos assim, através de um calendário montado no Excel. Veja:

 

 

Esse calendário nos ajuda a programar nossas ações com antecedência para termos tempo suficiente de produzir as artes, segmentar a base, entender qual o melhor dia e horário para dispará-las.

 

Isso mesmo, escolher o dia e horário certos para enviar o e-mail podem fazer toda a diferença no sucesso da sua ação! É importante conhecer o seu público e entender quais dias e horários mais funcionam para eles. Para isso, se liga na próxima dica:

 

3. Faça testes A/B

 

Os testes servem para identificar quais tipos de ação melhor funcionam para os seus clientes. Fazer um teste A/B significa fazer a mesma campanha duas ou mais vezes, porém em diferentes versões.

 

Por exemplo: escolha um conteúdo para divulgar aos seus clientes e selecione uma base específica para fazer o teste. Feito isso, você pode enviar o mesmo e-mail na terça-feira, e outro na quinta; pode enviar um e-mail às 07h da manhã e outro às 14h; pode usar um assunto menor com até 40 caracteres, e outro maior acima de 60 caracteres; ou pode enviar um e-mail com arte/imagem e outro sem. São muitas opções que você pode testar e só assim vai conseguir achar a “receita” que te dá mais resultado.

 

Depois de enviado alguns testes, é hora de analisar o resultado para então ver aqueles que te deram mais retorno. No Companion, você pode usar dois indicadores para fazer isso: a taxa de abertura e o número de clientes que retornaram à loja.

 



4. Capriche no assunto do e-mail

 

Para garantir uma boa taxa de abertura nos seus e-mails, é muito importante que você escreva um assunto de e-mail que chame a atenção do leitor. E faça com que ele queira abrir a sua mensagem, ao contrário de ignorá-la. Para isso, é preciso se atentar em alguns detalhes:

 

  • Tamanho do assunto

Procure escrever um assunto de e-mail curto, para que ele se destaque dentre os vários e-mails da caixa de entrada do seu cliente. E também para que seja possível ler através do celular. Uma pesquisa da Hubspot aponta que 80,8% dos usuários de e-mail afirmam abrir os seus e-mails pelos dispositivos móveis, então não podemos deixar passar, né?! Segundo pesquisas, um tamanho ideal para atingir esse público seria entre 20 e 41 caracteres.

 

  • Use emojis 😄

Eles, além de darem um destaque ao seu assunto, também chamam atenção por trazerem uma relação emocional e visual ao assunto do e-mail. Mas atenção: use com moderação, para  ele acabar não perdendo a relevância.

 

  • Evite as expressões da publicidade

Evite aquelas palavras clássicas do marketing, como grátis, já, imperdível, promoção, desconto, última chance, não perca tempo. Essas palavras são monitoradas pelos provedores de e-mail (gmail, Hotmail, etc) e têm grandes chances de fazerem o seu e-mail cair no spam. Como o nosso objetivo é fazer com que o e-mail chegue ao cliente, precisamos evitar que isso aconteça!

 

  • Números ou percentuais

Sempre que der, procure usar números ou porcentagens. Eles, por si só, têm consigo um raciocínio lógico e exigem maior atenção, fazendo com que seu cliente foque no que você escreveu. Por exemplo: 5 dicas para não craquelar a sua tapioca!

 

5. Segmente a sua base

 

Quando falamos de segmentação de base, estamos falando de separar os seus clientes em grupos. Existem diversos grupos nos quais você pode classificar um cliente, e a definição deles vai depender exclusivamente do seu objetivo com a ação.

 

Por exemplo, se você vai fazer uma promoção de sanduíche, não faz sentido enviar para aquele cliente que sempre compra a sua salada, né? 

 

Ou, nessa mesma linha, mandar uma promoção de refrigerante para aquele cliente que não toma refri. O seu cliente não vai ser atraído pela sua oferta e tem chances de você perder gradativamente o engajamento deles nas suas promoções. Por isso, faça ações direcionadas para cada tipo de cliente.

 

No Companion, existem algumas formas pelas quais você pode segmentar um disparo de e-mail, conforme o print abaixo:

 

 

Como podemos ver na imagem, você pode selecionar os clientes pelo número de pontos, pela frequência de compras na loja (clientes que compraram no último mês, nos últimos 6 meses), clientes que ainda não finalizaram o cadastro e, ainda, pode selecionar um grupo.

 

Isso mesmo, no Companion você pode criar grupos e pontuar os seus clientes dentro deles. No caso de um restaurante italiano, por exemplo, você poderia fazer um grupo de massas, pizzas, fitness/alérgicos, e outro de delivery. 

 

Segmentando seus clientes nesses 4 grupos você já tem muita opção para fazer ofertas segmentadas e ter ainda mais resultado com as suas ações. Se você ainda não conhece essa opção de pontuar em grupos ou não sabe como criá-los, é só dar uma lida nesse artigo.

 

Se precisar de algum outro tipo de segmentação (filtrar pelo DDD da sua cidade, pelo gênero, etc), basta acionar o seu consultor que, em alguns casos, nós conseguimos te ajudar.

 

Essas foram as 5 dicas chave que separamos para você aprender a fazer e-mails marketing de sucesso e engajar ainda mais os clientes no seu programa de fidelidade. 

 

Mas lembre-se: elas só darão retorno se você colocar a mão na massa! Então bora começar e qualquer dúvida que aparecer, não hesite em nos chamar.


Para falar com o seu consultor, é só clicar aqui.